Escolhendo o plano de saúde ideal para gestantes: guia completo e dicas essenciais

Published by Planos de Saúde on

Escolhendo o plano de saúde ideal para gestantes: guia completo e dicas essenciais

O momento da gestação é muito especial para os pais, e a escolha do plano de saúde adequado é essencial para garantir a assistência médica necessária durante esse período. Neste artigo, iremos abordar tudo o que você precisa saber para escolher o melhor plano de saúde para gestante.

Por que contratar o melhor plano de saúde para gestante?

Antes de mais nada, é importante entender a importância de contratar um plano de saúde para gestante. De acordo com o Rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), o atendimento obstétrico é obrigatório nos planos de saúde, garantindo suporte e atendimento até o momento do parto.

Porém, é importante estar atento aos períodos de carência, que podem variar de acordo com cada plano. Para partos, geralmente é exigido um prazo de 300 dias, a não ser que haja alguma emergência, que neste caso seria de 24 horas a partir da contratação.

Sobre a cobertura obstétrica

Para escolher o melhor plano de saúde para gestante, é importante considerar a cobertura obstétrica. Não existem planos específicos para grávidas, mas sim planos com cobertura hospitalar, ambulatorial e obstétrica.

Além de garantir atendimento à gestante, esse plano também irá cobrir atendimentos ao recém-nascido por até 30 dias após o nascimento. O titular pode colocar o recém-nascido como dependente e ele irá aproveitar os 180 dias de carência sem ter que esperar para poder ser atendido.

A cobertura obstétrica irá garantir que os procedimentos necessários sejam realizados, como os exames de imagem, de sangue, atendimentos dessa especialidade e o parto.

Como escolher o melhor plano de saúde para gestante?

Na hora de escolher o melhor plano de saúde para gestante, é necessário fazer uma série de pesquisas, pois é provável que você continue com o plano mesmo depois da gestação.

O primeiro ponto a avaliar é se a cobertura é hospitalar, ambulatorial e obstétrica. Ela precisa ser obstétrica para que tenha o atendimento à gestante, pois sem ela o plano não será aceito para essa especialidade.

Em segundo lugar, cheque a acomodação, saiba se você quer acomodação do tipo enfermaria ou apartamento. A acomodação do tipo apartamento é um quarto privativo com permissão de um acompanhante, e a acomodação do tipo enfermaria é em quarto coletivo com duas ou três pessoas do mesmo gênero.

Outro ponto a ser analisado é a modalidade de contratação, que pode ser individual ou familiar voltada para pessoas físicas, coletivo empresarial que é destinado para empresas, ou por adesão, voltado principalmente para sindicatos.

Analise a rede credenciada e a sua abrangência, pois ela precisa atender principalmente a região em que você mora. Dessa forma, você não está tão longe do hospital, caso precise se destinar a ele.

Atente-se também aos prazos de carência, pois geralmente eles são os mesmos, mas conversando com o atendente e especialista, é possível chegar em acordos.

Caso você seja o pai e já possua o plano de saúde com cobertura obstétrica, converse com a empresa para que eles possam colocar a gestante como dependente do plano de saúde, dessa forma ela poderá começar a usar.

Sabemos que o momento de gravidez é extremamente feliz, mas também exige planejamento e responsabilidade dos pais.

Portanto, comece a pesquisar e se preparar para a chegada do novo integrante da sua vida.

Agora que você sabe como escolher o melhor plano de saúde para gestante, já pode começar a negociar com empresas e ter o seu futuro planejado com mais tranquilidade e segurança, tanto para você quanto para a família.

Perguntas Frequentes sobre Plano de Saúde para Gestante

O que é coberto pelo plano de saúde para gestante?

O plano de saúde para gestante cobre atendimentos hospitalares, ambulatoriais e obstétricos, incluindo exames de imagem, de sangue, atendimentos de especialidade e o parto.

Qual o período de carência para o parto?

Geralmente, o período de carência para o parto é de 300 dias, mas em caso de emergência, esse prazo é reduzido para 24 horas.

Posso colocar o recém-nascido como dependente no plano de saúde?

Sim, é possível colocar o recém-nascido como dependente no plano de saúde, e ele irá aproveitar os 180 dias de carência sem ter que esperar para poder ser atendido.

Como escolher a melhor acomodação para gestante no plano de saúde?

A escolha da acomodação depende das preferências e necessidades da gestante. A acomodação do tipo apartamento é um quarto privativo com permissão de um acompanhante, e a acomodação do tipo enfermaria é em quarto coletivo com duas ou três pessoas do mesmo gênero.

O que analisar na rede credenciada do plano de saúde para gestante?

É importante analisar a rede credenciada do plano de saúde para gestante e sua abrangência, verificando se atende a região onde você mora e se há opções variadas de médicos e especialidades diferentes.