Como declarar o plano de saúde no Imposto de Renda: Guia Completo

Published by saudeseguros on

como-declarar-o-plano-de-saude-no-imposto-de-renda-guia-completo

Declarar o plano de saúde no Imposto de Renda é uma obrigação de todos os contribuintes que possuem esse tipo de benefício. No entanto, essa tarefa pode gerar dúvidas e inseguranças na hora de preencher a declaração. Por isso, neste artigo, você aprenderá como declarar o plano de saúde no Imposto de Renda de maneira correta e evitar problemas com a Receita Federal. Continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber para declarar o seu plano de saúde e garantir uma declaração precisa e sem erros.

Você pode declarar o plano de saúde no importo de renda

Se você é beneficiário de plano de saúde, é importante saber como declarar plano de saúde no imposto de renda. Isso porque as despesas médicas, incluindo plano de saúde e consultas particulares, podem ser deduzidas do imposto de renda, o que aumenta o valor da restituição.

Além das despesas médicas, é possível também declarar despesas educacionais. Portanto, não deixe de saber como declarar plano de saúde no imposto de renda, pois é uma forma de recuperar parte do dinheiro pago em tributos durante o ano anterior.

A boa notícia é que não é tão difícil declarar plano de saúde no imposto de renda, e a cada ano as ferramentas da declaração se tornam melhores. Neste artigo, reunimos as informações mais importantes para ajudar você a declarar plano de saúde no imposto de renda 2022.

Opções de declaração do imposto de renda

Antes de mais nada, é importante saber que existem duas opções de declaração do imposto de renda: a simples e a completa. Quem deseja declarar plano de saúde no imposto de renda deve optar pela versão completa da declaração, que permite adicionar mais informações.

Onde declarar o plano de saúde

Para declarar o plano de saúde, é necessário informar os gastos referentes ao plano na ficha “Pagamentos Efetuados”, de código 26. É necessário informar o CNPJ e o nome da operadora, além do valor pago e a parcela reembolsada e não dedutível. Também é preciso esclarecer se os gastos foram do seu plano de saúde, de um dependente ou de um alimentando.

Especificidades para cada modalidade de plano de saúde

Para cada modalidade de plano de saúde, existem especificidades no momento de preencher a declaração. Vamos ver essas especificidades para cada uma das modalidades de plano de saúde a seguir.

Plano de saúde pago pela empresa

Se o plano de saúde é pago integralmente pela empresa, o contribuinte não deve declarar plano de saúde no imposto de renda. A empresa pagadora do plano já possui esse valor deduzido em seus impostos, uma vez que é ela que arca com todas as despesas junto à operadora do plano.

Plano de saúde familiar

Para declarar plano de saúde no imposto de renda de um plano familiar, é preciso declarar os dependentes do contribuinte na guia de declaração, informando seus nomes completos e números de CPF na ficha “Dependentes ou Alimentandos”. Depois, é possível incluir os gastos desses dependentes na ficha de despesas com saúde.

Se o titular do plano for o marido e os dependentes forem a esposa e o filho, a esposa pode declarar plano de saúde no seu próprio imposto de renda. No entanto, o marido não deve declarar o valor do plano pago para a esposa, pois não se deve declarar o mesmo gasto mais de uma vez. Ele deve declarar apenas os valores de seu plano e de seu dependente legal, que é o filho coberto pelo plano.

Plano de saúde pago pelo contribuinte

Uma das modalidades mais comuns de plano de saúde são os planos individuais, em que o contribuinte paga integralmente pelo serviço. Nesse caso, ao declarar plano de saúde no imposto de renda, é necessário informar o valor integral dedicado a esse serviço no ano-calendário.

Na ficha de “Pagamentos Efetuados”, informe o valor total dos vencimentos respectivos ao plano de saúde, escolhendo o código 26, que corresponde a planos de saúde, e informe o CNPJ e o nome da operadora.

Para realizar essa operação de forma correta, é preciso solicitar, junto à operadora do plano de saúde, o informe de pagamentos do ano correspondente à declaração de imposto. O programa gerador de declaração da Receita Federal permite que o contribuinte importe esse informe de pagamentos, o que facilita o preenchimento adequado das informações.

Plano de saúde com coparticipação

Outra modalidade bastante comum de plano de saúde, que é escolhida por ter valores menores, são os planos com coparticipação. Nesses casos, o beneficiário do plano paga apenas uma parte das despesas do plano de saúde e, muitas vezes, o empregador ou organizações como associações e sindicatos pagam o restante.

Quando o cenário for esse, o contribuinte que deseja declarar plano de saúde no imposto de renda deve informar apenas os valores referentes ao benefício cujo pagamento foi de fato sua responsabilidade.

Por exemplo, se o plano custa R$1000,00 e a empresa paga R$600,00, o valor efetivamente pago pelo contribuinte é de R$400,00. São esses R$400,00 que devem ser declarados no imposto de renda individual, multiplicados pelo número de meses em que o contrato esteve vigente.

É importante lembrar que todo gasto declarado precisa ser comprovado, portanto, mesmo nos casos de coparticipação, é preciso ter o informe de rendimentos do plano de saúde.

Conclusão

Agora que você já sabe como declarar plano de saúde no imposto de renda, não deixe de incluir essa informação em sua declaração para aproveitar o benefício da dedução das despesas médicas. Lembre-se de prestar atenção às especificidades de cada modalidade de plano de saúde na hora de preencher a declaração.

Além disso, é importante manter todos os comprovantes das despesas médicas e educacionais guardados por, no mínimo, cinco anos, para poder comprovar as informações declaradas em caso de fiscalização.

Com este guia completo, você não terá mais dúvidas sobre como declarar plano de saúde no imposto de renda. Coloque em prática todas as informações apresentadas e faça uma declaração completa e correta, garantindo assim uma restituição mais justa.